Como escolher sua prancha de bodyboard

Saber qual bodyboard deve ser comprada não é uma coisa simples, devido à ampla oferta, as numerosas marcas de bodyboard, e a ampla gama de pranchas de body que cada fabricante oferece.

No mundo-surf.com nós selecionamosas melhores marcas de bodyboard: NMD Bodyboard, Pride Bodyboard, VS Bodyboard, Sniper Bodyboard, Hubboards, Science, QCD, Funkshen, Nomad, o Found.

Mas apesar disso, a oferta é muito ampla e pode ser difícil escolher a melhor prancha de bodyboard pra você.

Neste guia vamos apresentar a você os critérios que devem ser levados em consideração na hora de escolher sua prancha de bodyboard, por ordem de importância:

1. Escolha primeiro a medida da sua bodyboard

O critério número 1 é, sem dúvida, as medidas da bodyboard. A regra geral consiste em escolher uma prancha de body que chega na altura do umbigo, mas ou menos 2,5 cm.

Mas esta regra é orientadora, não temos todos a mesma longitude de perna, nem surfamos as mesmas ondas.

Esta tabela deve ajudar você a escolher a medida correta tendo em conta seu tamanho e peso:

 

As medidas das pranchas de bodyboard vêm em polegadas, 1 polegada corresponde a 2,54cm.

Se você surfa ondas pequenas, você pode escolher uma prancha 1 polegada maior, para gerar mais velocidade, e se for ao contrário, se você surfa ondas grandes, pode escolher uma prancha  1 polegada mais curta, para ter mais capacidade de manobra.

elegir tu tabla de bodyboard mundo surf

2. Escolhe o tipo de tail do seu bodyboard

As pranchas de bodyboard podem ser separadas em duas categorias: bat tail ou crescent tail.

Você deve escolher um crescent tail se surfar tanto em Prone (convexo) como em Drop Knee (de joelho) por sua polivalência. É o tipo de rabeta mais popular, a que é mais vista nas praias.

Se você surfa só no Prone e quer mas capacidade de manobra, você pode ir para um bat tail, um tipo de rabeta inventado pelo Mike Stewart nos anos noventa.

De forma general, um tail largo contribui com estabilidade e velocidade ao bodyboard, e um tail estreito contribui com capacidade de manobra.

tail tablas de bodyboard mundo surfCrescent tail                                                Bat tail

3. Escolha a construção e os materiais de sua prancha de bodyboard

O tipo de espuma utilizada na alma repercute no peso, rigidez, e no movimento da sua prancha de bodyboard.

As duas principais utilizadas são o Polietileno (PE) e o Polipropileno (PP), e em 2014 chegou o NRG, um polipropileno de baixa densidade.

O PE é mais flexível e pesa mais do que o PP. O PP é rígido e leve.

Mas cuidado, isso não significa que o PP é sempre melhor!

As propriedades mecânicas das espumas são afetadas pela temperatura da água, as águas frias fazem que as pranchas de body sejam mais rígidas, e a água quente faz com que elas sejam mais flexíveis.

Quer dizer, uma prancha de PP em águas de 15 graus vai ficar realmente muito rígida, uma vantagem para ondas glassy (superfície da água perfeitamente lisa) e riders de bom nível, mas um pesadelo nas ondas mexidas, com vento, pelo desconforto que a rigidez da prancha apresenta nas ondas de má qualidade.

De forma general, quanto maior o nível e mais lisas forem as ondas, a prancha de bodyboard PP rígida é a mais interessante; quanto menor o nível e piores as ondas, uma prancha de bodyboard PE é a mais interessante.

Inventado por Nick Mesritz, e introduzido em 2014, as construções NRG são um ponto intermediário, é um polipropileno de baixa densidade, muito leve, com um nível de flex entre o PP e o PE.

Para a Península Ibérica, onde temos tanto água quente no verão, como água fria no inverno, o NRG é uma aposta certa.

Os stingers, uma lâmina de fibra de vidro ou de carbono no meio da prancha, contribuem ainda mais para a  rigidez das pranchas de bodyboard.

O PP é mais caro que o PE, e o Stinger encarece a prancha.

Temos mais de 100 pranchas de bodyboard em estoque no ano todo, procure no nosso catálogo, use os filtros para refinar sua busca, e com certeza, você vai encontrar a prancha ideal pra você dentro do seu orçamento, e se não consulte-nos.

 bodyboard versus mundo surf

4. As pequenas coisas que podem fazer a diferença…

Se depois do que explicamos, você ainda ficar na dúvida entre duas pranchas de bodyboard da mesma medida, mesmo tail e mesmos materiais, analise as pequenas diferenças como finger bulb, materiais do slick, cores, deck pré- formado ou liso, pro model do seu rider preferido, etc… e claro, preço!

E vamos aproveitar as esfrutar das ondas!

Esperamos que este procedimento tenha ficado claro, mas de qualquer maneira preparamos um vídeo para to explicarmos de novo. E se, quer o artigo, quer o vídeo, te agradaram, não hesites em partilhá-los e em subscrever o nosso canal YouTube.

Produtos recomendados para você:

Avaliação: 4.5. A partir de 13 votos.
Please wait...
Compártelo en:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *