Como interpretar previsões de ondas para o surf

Avaliação: 4.2. A partir de 5 votos.
Please wait...

Hoje contamos com serviços de previsão de ondas bastante completos, que nos permitem planejar nossas sessões de surf da melhor forma, desde que saibamos ler e interpretar bem os partes. Neste artigo, explicaremos como analisar e interpretar previsões de ondas.

1. Compreenda a formação das ondas.

É essencial que antes de mais nada você entenda como as ondas se formam. As ondas são geradas por fortes ventos que formam uma ondulação na superfície do mar. Essa ondulação se espalha, viaja milhares de quilômetros, quanto mais distância ela viaja, mais ela se ordena, antes de chegar à costa para quebrar, e formar as ondas que podemos surfar.

Os ventos são devidos a uma diferença de pressão entre duas massas de ar: uma depressão, ou seja, uma massa de ar com baixas pressões, e um anticiclone, ou seja, uma área com altas pressões. Para regular e tentar equilibrar as pressões, o vento é formado. Quanto mais diferença houver entre as pressões do anticiclone e da depressão, mais forte será o vento, ou seja, maior será o mar ao fundo, chamado de swell em inglês e pela maioria dos surfistas. E quanto mais sopra o vento, mais consistente será o swell.

Quanto mais longe de nossa costa este fenômeno ocorrer, mais ordenadas e espaçadas chegarão as ondas, dizemos que o período do swell é maior. O período representa o tempo entre duas ondulações e está diretamente associado à força das ondas.

Algumas páginas de previsão, como magicseaweed ou surf-forecast, mostram esses mapas, mesmo com animações, e permitem que você tenha uma primeira ideia de para onde as fotos estão indo.

2. A altura das ondas

Como já dissemos, quanto mais forte o vento soprar, maior será o swell. O swell se transformará em ondas quando atingir a costa. Dependendo da orientação da praia onde vamos surfar, podemos ter ondas do mesmo tamanho ou maiores que o swell, se a praia estiver orientada para a chegada do swell, e se o fundo do oceano for adequado, ou menor .se a praia onde surfamos é abrigada.

Algumas páginas de previsão, como o windguru, indicam apenas a altura do swell. Você terá que deduzir a altura das ondas, dependendo da sua praia. Observe a direção do swell, observe a orientação da sua praia. Se o swell vier de frente, você tem uma boa chance de que as ondas tenham a mesma altura do swell. Por outro lado, se tivermos por exemplo um swell de Noroeste, e sua praia estiver orientada para Sudoeste, as ondas provavelmente serão mais baixas que o swell.

Outras páginas, como magicseaweed, fornecem a altura do swell e a altura das ondas. Dependendo da orientação do swell e da praia, e provavelmente tendo em conta as particularidades da praia, ousam dar uma altura mínima e máxima das ondas. Teoricamente, isso é bom, mas não se esqueça de que as alturas das ondas anunciadas são o resultado de uma fórmula matemática, que às vezes dá resultados inconsistentes. O mais confiável é olhar a altura do swell e ter uma ideia do tamanho das ondas com o seu conhecimento da praia.

3. O período do swell

Uma tempestade que gera ventos fortes por muito tempo e longe de nossas costas vai gerar um swell com um período mais longo. Quanto mais longo for o período, mais potentes serão as ondas, mais espaçadas elas se quebrarão, teremos um surf de melhor qualidade, mais limpo, mais ordenado, com ondas mais potentes.

Algumas páginas, como surf-forecast, anunciam a energia da onda. Eles calculam esses dados com uma fórmula que leva em consideração a altura e o período do swell. Mas, para simplificar, lembre-se de que quanto maior o período, mais potentes e ordenadas as ondas serão.

É por isso que as ondas no Mediterrâneo têm menos força do que no País Basco. O vento gerado pelo swell sopra muito próximo da costa. É claro como as ondas chegam muito próximas umas das outras e empurram menos. Em contrapartida, o swell que atinge a costa norte de Espanha é provocado por um vento que sopra no Atlântico, mais ou menos distante da costa, mas que chega sempre à costa tendo percorrido muito mais quilómetros que no Mediterrâneo.

4. A direção do swell

A direção também é um parâmetro a ser observado, embora geralmente não varie muito. Mas pequenas variações de direção às vezes podem ter grandes efeitos nas ondas.

5. O vento

Cuidado, estamos falando do vento que soprava localmente na praia, não do vento que causava as ondas. Estamos interessados ​​em ter o mínimo de vento possível. Mas também observe a direção do vento. Se o vento sopra offshore, ou seja, na direção oposta das ondas, isso não afetará e pode até melhorar a qualidade das ondas. Em compensação, se soprar em terra, na mesma direção das ondas, vai esmagá-las e piorar a situação.

Algumas páginas, como magicseeweed ou wisuki, atribuem um código de cores ao vento para ilustrar se o vento será irritante ou não. Mas conhecendo a orientação de sua praia e a direção do vento, você pode tirar a mesma conclusão.

6. Dados em tempo real

Quando chega o dia, nada melhor do que contrastar a previsão com dados reais.

Algumas páginas como portos do estado indicam a altura do swell medida por bóias localizadas em alto mar.

Outras páginas como o spotfav possuem webcams localizadas nas praias, que permitem ver as ondas quebrando em tempo real.

Toda esta información que podemos encontrar en internet, a veces de forma gratuita a veces mediante un pago mensual, nos dan una información muy valiosa, sobre todo si no tenemos la suerte de vivir pegado a la costa, como es el caso de la mayoría de nós. Eles nos permitem antecipar, planejar e minimizar o risco de viajar de graça. E isso não é pouca coisa se você mora a várias centenas de quilômetros da praia.

Esperamos que este artigo permita que você entenda melhor como as ondas são formadas, quais são os principais dados e, assim, possa fazer sua autocrítica das previsões, comparar as informações dos diferentes sites e fazer seu próprio relatório de ondas!

Páginas da web de referência para previsão de ondas:

www.windguru.com

www.magicseaweed.com

www.surf-forecast.com

www.puertos.es

www.spotfav.com

Produtos que poderíam interesar:

Summary
Avaliação: 4.2. A partir de 5 votos.
Please wait...
Compártelo en:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *